Irmãos da CCB Morrem Em Colisão Entre Dois Carros, em Pirapozinho.

O velório das seis vítimas do acidente entre dois carros que ocorreu na tarde deste domingo (13), na Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), em Pirapozinho, é realizado no Ginásio Municipal de Esportes “Marcelo Siqueira”, na Vila Iti, na zona leste de Presidente Prudente. Duas vítimas, de seis e 15 anos, que ficaram feridas em decorrência da colisão entre os carros, permanecem internadas no Hospital Regional (HR) de Presidente Prudente.

No ginásio, estão os corpos de Paulo Sérgio Nascimento Batista, de 21 anos, Cristiano Aparecido Vieira, de 37 anos, Gonçalo da Silva, de 62 anos, Marcelo Félix da Silva, de 24 anos, Douglas Félix da Silva, de 25 anos, e Vitória Félix da Silva Weis, de 15 anos.

Segundo informações de familiares, está programado para as 7h desta terça-feira (15) um culto fúnebre. Já os sepultamentos estão previstos para as 8h30, também desta terça-feira (15), no Cemitério Municipal São João Batista, em Presidente Prudente.
Embora estivessem em carros diferentes, todos se conheciam e eram seguidores da igreja evangélica Congregação Cristã do Brasil.
O HR informou na tarde desta segunda-feira (14) que, após passar por procedimentos no centro cirúrgico, o adolescente de 15 anos voltou para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para continuar o tratamento, mas seu estado de saúde ainda é considerado muito grave. Já a menina de seis anos apresenta um quadro estável, segundo o HR, e permanece também na UTI.
Da mesma igreja

Um dos aspectos que mais causaram comoção entre os familiares e amigos é o de que todas as vítimas pertenciam à mesma igreja evangélica, a Congregação Cristã no Brasil, e se conheciam.
Segundo o cooperador da igreja Congregação Cristã no Brasil Sebastião Miguel da Silva, de 54 anos, as vítimas Gonçalo da Silva, Paulo Sérgio Nascimento Batista e Cristiano Aparecido Vieira voltavam de um culto no Assentamento Palu, em Presidente Bernardes, realizado neste domingo (13). Todos estavam no VW Santana, que seguia no sentido Pirapozinho-Presidente Prudente.
Já as demais vítimas, os irmãos Douglas Félix da Silva e Vitória Félix da Silva Weis, e o primo Marcelo Félix da Silva, seguiam em um GM Vectra e iriam deixar a garota de seis anos na casa do pai – irmão de Marcelo -, em Pirapozinho. Todos também pertenciam à mesma denominação evangélica.
“Nós, que somos cristãos, vemos pelo lado da espiritualidade. Recebemos uma palavra de que a nossa igreja receberia um vento, um barulho muito grande, e agora aconteceu isso. Esperamos o conforto de Deus”, ressaltou Sebastião Silva.
“Todos se conheciam e pertenciam à mesma igreja. É uma perda muito grande”, completou o cooperador da Congregação Cristã no Brasil José Carlos Hipólito, de 61 anos.
'Agora a minha vida acabou'

A aposentada Margarida Irma Félix da Silva, de 87 anos, que é avó das vítimas que estavam no GM Vectra, contou ao G1 que cuidava dos três netos, principalmente após a morte da mãe dos irmãos Douglas e Vitória.
“O Marcelo me levava para todo lugar quando eu ficava doente. Meus netos me ajudavam em tudo, até a mexer no celular. Cuidavam de mim. Agora a minha vida acabou”, desabafou Margarida. Ainda de acordo com a aposentada, a neta, de seis anos, passa bem e está fora do risco de morte. “Ela está bem, já tirou o colete cervical”, completou.
Segundo informações de parentes, somente Cristiano Aparecido Vieira era casado e deixou duas filhas, de 14 e 15 anos.
A tragédia

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, o acidente entre os dois veículos ocorreu no final da tarde deste domingo (13), no km 472,9 da Rodovia Assis Chateaubriand, em Pirapozinho. Segundo a polícia, o GM Vectra, ocupado por quatro pessoas, transitava no sentido Presidente Prudente-Tarabai quando, por motivos a serem esclarecidos pela Polícia Científica e em inquérito policial, invadiu a pista contrária e colidiu frontalmente com um VW Santana, também ocupado por quatro pessoas, que seguia no sentido contrário.
Das quatro pessoas que estavam no GM Vectra, três morreram. Uma criança de seis anos, que também estava no veículo, teve ferimentos leves. Já entre os que estavam no VW Santana, três morreram. Um adolescente de 15 anos ficou em estado grave e permanece internado no HR.
A polícia informou que a rodovia compõe um longo trecho que está em reforma e obras de ampliação, contudo, nas imediações do local do acidente, não há interferências em andamento. A ocorrência foi registrada na Delegacia da Polícia Civil de Pirapozinho e os feridos foram levados para receber atendimento médico no Hospital Regional de Presidente Prudente.
Segundo a Polícia Militar Rodoviária, a SP-425 ficou parcialmente interditada para atendimento às vítimas e preservação do local para perícia, sendo realizada a sinalização com cones e dividindo uma das pistas em dois sentidos.
Porém, um motorista de 26 anos, morador de Pirapozinho, que dirigia embriagado  um VW Gol, com placas de Tarabai, não percebeu a sinalização e atropelou um funcionário do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), de 61 anos, que fazia a sinalização do local. A vítima do atropelamento foi encaminhada para o Hospital Regional e não corre risco de morte.
O motorista aceitou fazer o teste do etilômetro, que constatou 0,49 miligramas de álcool por litro ar alveolar, e foi preso em flagrante pelo crime de embriaguez e lesão corporal culposa na direção de veículo automotor. Ele foi conduzido para a Delegacia de Pirapozinho, onde a Polícia Civil ratificou a voz de prisão, sem direito a fiança.
Após as 20h20 o fluxo foi normalizado com o fim dos trabalhos de perícia, limpeza da pista e remoção dos veículos.