Representantes da CCB Com Geraldo Alckimin

O governador do Estado de São Paulo, Excelentíssimo Senhor Geraldo Alckmin, recebeu, em seu gabinete, no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista, irmãos do ministério espiritual e do ministério administrativo da Congregação Cristã no Brasil.

A visita do ministério ao Governador do Estado se deu em virtude da realização das Reuniões Gerais de Ensinamentos, que serão realizadas nas dependências da casa de oração do Brás, em São Paulo/SP, durante o feriado da Semana Santa, no final do mês de março.

O ministério levaram, pessoalmente, um ofício solicitando um reforço policial nas redondezas da casa de oração, que fica na Rua Visconde de Parnaíba, 1616, fazendo fundo com a Rua Ipanema, nos arredores da Estação Bresser do Metrô - Linha Vermelha.

A movimentação de carros, vans e ônibus durante esta época é intensificada, devido a chegada de obreiros de toda a parte do país e do mundo.

Aproveitaram a ocasião para expor a logística adotada pela comissão organizadora das Assembleias Gerais Anuais nos aeroportos e terminais rodoviários.

O governador recebeu, ainda, um exemplar das Sagradas Escrituras, a Bíblia Sagrada, das mãos do irmão Norival Marques e um exemplar da última edição do Relatório da Congregação Cristã no Brasil.

Foi, também, esclarecido, a respeito de que a Congregação é uma denominação cristã fundamentada na fé apostólica manifesta na Bíblia Sagrada, de posicionamento apolítico (onde não se faz e não se admite campanha partidária ou política de qualquer gênero), tradicional no Estado de São Paulo, que não realiza a cobrança do dízimo (ou seja, que não cobra nenhuma percentagem das remunerações de seus fiéis, pois as colaborações, chamadas de coletas, são de cunho voluntário e anônimo), e também não admite a remuneração dos membros que ocupam algum posicionamento, encargo ou ministério na Obra de Deus, devendo cada um comer com o trabalho e suor do próprio rosto.

Logicamente o governador Geraldo Alckmin ficou admirado e positivamente surpreso com as práticas da Congregação e disse estar à disposição da igreja para quaisquer necessidades e solicitações. Alckmin agradeceu por saber que a irmandade da CCB orou fervorosamente a Deus, emitindo avisos nas Listas de Batismos e Diversos, inclusive, para que Deus enviasse chuva e fizesse aumentar o índice dos reservatórios.